O novo camuflado: menos selva, mais urbano

12/04/2019
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)

A moda camuflada que surgiu na esteira dos uniformes militares nos anos 60 – o efeito se misturava ao das matas e ajudava os soldados a se camuflarem, daí o nome – perde o caráter bélico das guerras e dá boas-vindas aos grafismos das cidades.

Resultado? Ainda que os elementos utilitários permaneçam – caso da jaqueta corta-vento e botões aparentes -, as peças ficam mais minimalistas e elegantes, podendo transitar em diferentes ambientes e, inclusive, dar vida a produções femininas, bem além da vibe boyish da calça cargo e cia.

Coleção Camuflado

Tons de verde oliva seguem predominantes, mas a pedida do momento é adicionar leveza, misturando–o a fundos claros e jeans brancos – lavagem que, no inverno, é sinônimo de sofisticação.

Coleção Camuflado

Outra boa pedida, no feminino, é misturar o jeans deep blue, com detalhes brancos, com um camuflado na parte de cima. Vale tanto o top cropped, se você deseja uma imagem mais cool, descoladinha, quanto a blusa transpassada, bom jeito de levar a tendência ao escritório.

Coleção Camuflado

Produções que tenham um quê utilitário e confortável também surgem no front da moda: macacões, bermudas, shorts resinados, bonés. Tênis e botas são pares fáceis de acertar, quando o tema são os acessórios, mas, se quiser surpreender, experimente fazer um contraste e usar as peças com salto alto.

Coleção Camuflado

No masculino, o camuflado também aparece em uma leitura mais clássica, sem clichê, e se torna um curinga para os homens que buscam estilo e, ao mesmo tempo, praticidade.

Coleção Camuflado

Dentro desse rol de opções, é possível criar muito: calça e T-shirt camufladas, tipo uniforme, dão vida a looks fashionistas, enquanto jaquetas usadas por cima da alfaiataria modernizam o visual normalmente mais sóbrio do ambiente de trabalho.

Coleção Camuflado